Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

ESTA QUINTA-FEIRA, DIA 17

Marinha faz exercício de combate à poluição marítima na foz do Gilão em Tavira

A Marinha - Autoridade Marítima Nacional vai realizar esta quinta-feira, 17 de Fevereiro, um exercício de combate à poluição do mar por hidrocarbonetos, que terá lugar na foz do rio Gilão, nas Quatro Águas, em Tavira, entre as 9h00 e as 12h00.

O exercício, denominado «Gilão 2011», será conduzido pela Autoridade Marítima Regional, através do Departamento Marítimo do Sul, e tem como objectivo «o treino e avaliação do desempenho das equipas de intervenção do Departamento Marítimo do Sul de Faro e da Capitania do Porto de Tavira, em resposta aos incidentes mais prováveis».

Participam, na qualidade de observadores, várias entidades da região, designadamente o Governo Civil, a Câmara Municipal de Tavira, a Delegação do Sul do IPTM, e a Universidade do Algarve.

Segundo a Marinha, «o cenário a criar pretende simular a resposta a um derrame acidental como resultado da colisão entre dois navios que navegavam em direções opostas no rio Gilão».

«No momento desta ocorrência, com a maré vazante, uma das embarcações fica desgovernada, acabando por encalhar na enseada junto ao hotel Vila Galé Albacora, a derramar hidrocarboneto médio, espalhando-se em plena Ria Formosa».

Em resposta ao acidente, é acionado o dispositivo do Plano Mar Limpo – Plano de Ação de Operação de Combate à Poluição do Mar e da Costa por Hidrocarbonetos (definido em resolução do Conselho de Ministros nº25/93 de 15 de Abril).

Por forma a minimizar os danos ambientais no interior da Ria Formosa, serão desenvolvidas ações de combate ao derrame em três pontos diferentes nas Quatro Águas de Tavira: um no local onde encalhou a embarcação, outro numa zona com rochas e outro junto à estação de Salva-vidas de Tavira, onde foi defletida a mancha à deriva no Rio Gilão, para proteger uma zona de viveiros da Ria Formosa.

A Marinha recorda que, em 2009, ocorreram duas situações reais com embarcações de pequeno porte, nomeadamente o iate “Claire Dyc”, no rio Guadiana, em 3 de Fevereiro, e o iate “Zimbro” na marina de Olhão, em 18 de Abril, onde foi empenhado com sucesso o serviço de Combate à Poluição por Hidrocarbonetos no Mar do Departamento Marítimo do Sul.
 

FONTE: BARLAVENTO