Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Aicep ambiciona que exportações alcancem 40% do PIB

O presidente da Agência Portuguesa para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) destacou hoje, 8 de Fevereiro, a retoma da trajetória de crescimento das exportações portuguesas em 2010, apontando a «ambição» de, «a médio prazo», aumentar o seu peso no PIB para 40 por cento.

Falando na sessão de abertura do Congresso das Exportações, que reuniu cerca de 1.200 empresários no Europarque, em Santa Maria da Feira, Basílio Horta afirmou que, «desde 2005, as exportações portuguesas têm aumentado de forma sustentada», tendo-se ressentido negativamente com a crise económica, mas estando «desde o início de 2010 a recuperar a trajetória de subida e desenvolvimento».

Segundo os últimos dados disponíveis, disse, entre Janeiro e novembro de 2010 as vendas portuguesas de bens para o exterior aumentaram 15 por cento, enquanto as exportações de serviços cresceram 7,6 por cento, «com as vendas intra e extra comunitárias de bens a crescerem 14 e 17 por cento», respetivamente.

2011-02-08 10:50
Lusa