Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Sines prevê chegar aos 480 mil TEU este ano

Depois de ter crescido mais de 50% em 2009, para os 380 mil TEU, Sines planeia dar mais um salto este ano e chegar aos 480 mil TEU, avançou Lídia Sequeira ao TRANSPORTES & NEGÓCIOS.

No ano passado, de acordo com os números divulgados pela administração portuária, foram as exportações o fermento que fez empolar os números de movimentação das cargas em Sines. Só na carga contentorizada contabilizaram-se cerca de 2,2 milhões de toneladas, num total de cerca de 4,5 milhões de toneladas movimentadas em contentores.

Os números de exportação consideram as cargas oriundas de Portugal, e também as que chegam a Sines por via terrestre (oriundas, nomeadamente, da Extremadura espanhola), para serem expedidas pelo porto alentejano. De fora ficam, garante Lídia Sequeira, os movimentos de transhipment.

Para este ano a previsão orçamentada pela APS para o Terminal XXI é de “480 mil TEU”, avançou a presidente do porto. O que representará um crescimento de 26% e colocará a PSA Sines muito perto do TCL, até agora o operador de terminais de contentores em Portugal.

A concessionária está a investir na ampliação do Terminal XXI e a APS acaba de consignar a obra de prolongamento do Molhe Leste, em mais 400 metros, para os 1 500 metros. Os trabalhos deverão ficar concluídos no primeiro semestre de 2012 e, além de aumentarem a protecção aos navios, garantirão fundos de -17 metros.

O investimento atinge os 40 milhões de euros, metade dos quais será auto-financiada com os meios libertos “ao longo do período de execução física e financeira da obra”, adiantou a presidente da APS.

Uma situação possível porque a administração portuária concluiu entretanto a liquidação do endividamento, num montante de 75 milhões de euros. O pagamento foi feito “faseadamente, desde o ano de 2005, inclusive”, acrescentou, e contou também com o encaixe da concessão do terminal de granéis líquidos, que rendeu 51 milhões de euros em 2008. Logo na altura se falou na “limpeza” do passivo; “no entanto, a dívida ao BEI do Molhe Oeste não podia ser amortizada antecipadamente, facto que implicaria penalizações que uma análise custo-benefício não aconselharia”, precisou Lídia Sequeira ao TRANSPORTES & NEGÓCIOS.

FONTE: TRANSPORTES & NEGÓCIOS