Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Obras de expansão do Terminal XXI no Porto de Sines concluídas em 2028

As obras de expansão do Terminal XXI do Porto de Sines, um investimento superior a 300 milhões de euros, vão estar concluídas em 2028, anunciou esta sexta-feira a diretora-geral da empresa concessionária.

"A escala do investimento na fase 3 deste projeto", cuja conclusão está prevista "para 2028", tem "um impacto significativo no crescimento da economia portuguesa e o potencial para criar mais emprego", avançou a diretora-geral da PSA Sines, Nicola Silveira.

A responsável falava durante a inauguração da primeira etapa da designada "Fase 03" das obras de expansão do Terminal de Contentores que arrancou, em janeiro de 2021, com a construção de 204 metros de cais.

Segundo a empresa, esta primeira etapa "cria condições para a operação, em simultâneo, de três porta-contentores com comprimento até 330 metros cada, numa frente de cais de 1.150 metros".

Durante a cerimónia, o secretário de Estado das Infraestruturas, Hugo Santos Mendes, disse que o Governo criou uma "task force" que acompanha "em permanência a área de Sines" e "procura manter uma visão atualizada sobre as necessidades de intervenção económica, infraestrutural e social" deste território.

"Muitas vezes todos estes investimentos têm dificuldade em concretizar-se e em produzir os resultados que todos queremos e um dos desafios permanentes das zonas de desenvolvimento e de polos de desenvolvimento económico de cariz internacional, como Sines, é o de minimizar os custos de contexto", afirmou.

Segundo o governante, este grupo de trabalho "procura também promover com celeridade e de forma coordenada as intervenções que permitam desbloquear e agilizar os investimentos cruciais para a região".

Defendeu também que, no atual contexto da economia mundial, com o aumento do preço da energia, dos combustíveis e da alimentação, "é necessário fazer melhor tudo aquilo que conseguimos controlar" e "garantir a importação e exportação da forma mais eficiente e segura possível".

E, para isso, "as infraestruturas portuárias são absolutamente críticas", considerou.

"O Porto de Sines é o nosso maior porto artificial e os investimentos realizados e planeados representam a sua crescente valorização estratégica", frisou o governante, realçando o investimento do Estado Português no Corredor Internacional Sul.

Com a conclusão da expansão, o Terminal XXI, passará a dispor de uma frente de cais de 1.750 metros, 19 pórticos de cais e 60 hectares de terraplenos.

O projeto de expansão do Terminal XXI é o resultado do aditamento ao contrato de concessão celebrado entre a APS e a PSA Sines, permitindo a realização de novos investimentos referentes à ampliação do cais e modernização do terminal, projetando o aumento da capacidade de movimentação anual de 2,3 para 4,1 milhões de TEU (contentores de 20 pés).

fonte