Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

APDL adere ao Pacto do Porto para o Clima

O Porto de Leixões iniciou o Projeto Roadmap para a transição energética e descarbonização da atividade, que o levará a alcançar a neutralidade carbónica e a autossuficiência energética em 2035, propondo-se fazê-lo 15 anos mais cedo do que o estipulado no European Green Deal.

Acreditamos que as palavras-chave neste setor nos próximos anos serão digitalização, inovação, descarbonização e transição energética.

O futuro desafia portos mais tecnológicos, digitais e sustentáveis. As linhas estratégicas de ação para a próxima década passam pela conetividade, transição digital e energética, assumindo os portos um papel relevante no processo de re-industrialização do país, bem como, na aceleração da inovação tecnológica, contribuindo para a recuperação económica.

Ao associar-se ao Pacto do Porto para o Clima, a APDL reforça o compromisso da descarbonização, a transição energética e a digitalização do negócio como promotores e recetores de todos os investimentos que projeta concretizar, garantindo maior sustentabilidade e eficiência nas operações e em toda a atividade portuária, bem como a redução da sua pegada ambiental.

Para Nuno Araújo, Presidente do Conselho de Administração da APDL, "a adesão da APDL ao Pacto do Porto para o Clima, constitui um importante passo na persecução de um dos objetivos desta Administração: fazer do Porto de Leixões um porto de referência internacional no sul da Europa, na transição para um novo sistema energético baseado na utilização dos seus próprios recursos naturais, com a ambição de ser um porto auto-suficiente e com emissões zero".