Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Ria Blades entra nos planos da Siemens Gamesa para triplicar pás eólicas onshore

A Siemens Gamesa, presente em Portugal desde 2019, com a aquisição parcial do negócio europeu de serviços onshore do Grupo Senvion, bem como da fábrica de pás eólicas de Ria Blades, em Vagos, uma das fábricas mais competitivas da Europa, prevê triplicar a a produção de pás eólicas onshore.

Um artigo publicado na Revista Portugalglobal faz o ponto de situação do projeto da multinacional alemã, assim como da estratégia de desenvolvimento da atividade.

O investimento em Portugal deve-se não só à localização estratégica do país, incluindo a proximidade à sede da Siemens Gamesa, em Espanha, e bons acessos a portos (Porto de Aveiro e Porto de Leixões) e autoestradas, como também conjuntura de estabilidade política e social do país e a existência de incentivos financeiros e fiscais ao investimento, contribuem para a atratividade de Portugal para este projeto.

A energia eólica onshore é uma das maiores fontes de energia no mundo e um elemento-chave na transição global para uma nova era de energia.

A fábrica já contava com experiência de recursos humanos especializados no setor de produção de turbinas eólicas e uma rede de parcerias e fornecedores de matérias-primas e serviços necessários, um cenário que tornaram o investimento mais atrativo a partida.

A expectativa deste projeto é que gere impacto relevante do ponto de vistade negócio. As pás produzidas nesta fábrica são enviadas para parques eólicos em difer entes países na Europa e em África, servindo assim como hub de exportação. Assim, espera-se com este investimento um crescimento sustentável do volume de negócios registado, resultado direto da disponibilização dos modelos de pás eólicas onshore previstos.

Novos modelos

» A empresa quer disponibilizar novos modelos com considerável grau de novidade para o mercado internacional. Comparandoo pré-projeto 2019 e o pós-projeto 2025, pretende-se promover o aumento da sua capacidade instalada em 305 por cento para a produção de pás eólicas onshore;

» Prevê instalação de seis linhas produtivas para o fabrico de duas novas classes de pás eólicas (SG 5.X-155 e SG 5.X-170), produtos totalmente inovadores no segmento da energia eólica, com potência nominal entre 5,8 MW e 6,6 MW, a turbina com maior potência em onshore, alcançada através de um design aerodinâmico e utilização de novos materiais e da grande envergadura.

fonte