Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

11 embarcações de pesca madeirenses já recolheram 1 tonelada de lixo marinho

O Executivo madeirense informa que mais de 70 pescadores, armadores e funcionários das lotas já participaram nas suas acções de formação e sensibilização para a recolha de lixo marinho e gestão do lixo produzido a bordo das embarcações, campanha da responsabilidade da Secretaria Regional de Mar e Pescas, através da Direcção Regional de Pescas e Direcção Regional do Mar, no âmbito do projecto OceanLit.

“Desde o início da formação, em Setembro de 2021, os pescadores já trouxeram para terra uma tonelada de lixo, incluindo redes, cabos e bóias. Nas seis sessões de formação e sensibilização realizadas entre Setembro de 2021 e a presente data, participaram 42 profissionais das pescas, pescadores e armadores, e 32 colaboradores da direcção de serviços de lotas e entrepostos, num total de 74 pessoas”, refere uma nota de imprensa do Governo Regional da Madeira.

É a primeira vez que a Secretaria Regional de Mar e Pescas e as duas direcções regionais, a do Mar e das Pescas, levam a cabo acções de formação/sensibilização para pescadores, mestres e armadores, com enfoque na recolha do lixo que é produzido a bordo das embarcações, mas também para aquele que é encontrado no mar.

Entrega da “bandeira aderente” às embarcações

Estas acções, ministradas pela própria directora Regional do Mar, Mafalda Freitas, por Pedro Delgado, responsável das Lotas e Entrepostos, e Maria João, da Direcção Regional das Pescas, vão culminar com a entrega da “bandeira aderente” às embarcações que integrem o projecto OceanLit.

Aquando da apresentação do programa formativo, o secretário Regional de Mar e Pescas, Teófilo Cunha, desejou que as acções de formação e sensibilização “atingissem toda a comunidade ligada às pescas”, lembrando que “a limpeza dos oceanos é um dever de cada um de nós, mas os pescadores, armadores e todos quantos dependem desta actividade têm de ser os primeiros a proteger os oceanos e os seus recursos”.

O número de embarcações que entregaram lixo marinho nos portos de pescas totalizam 11, duas das quais fizeram mais do que uma entrega. Todas estas embarcações estão em condições de receber a “bandeira aderente”, galardão com que o Governo Regional pretende homenagear os pescadores e armadores que se preocupam com a qualidade do mar da Madeira.

O OceanLit é um projecto com um orçamento global de 1,382 milhões de euros, comparticipado a 85% pelo Programa Interreg MAC 2014-2020, do FEDER, que tem como principais objectivos gerar conhecimento sobre a problemática do lixo-marinho, bem como criar as soluções para favorecer a tomada de decisões para reduzir o lixo-marinho e o seu impacto.

Agricultura e Mar Actual