Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

«Prémio de Estudos em Cultura do Mar Octávio Lixa Filgueiras»

Dóris dos Santos é a vencedora

“Arte, museus e memórias marítimas. Identidade e representação visual da Nazaré”, da autoria de Dóris Joana Simões dos Santos, foi o trabalho vencedor da quinta edição do “Prémio de Estudos em Cultura do Mar Octávio Lixa Filgueiras”, instituído pela Câmara Municipal de Ílhavo, através do Museu Marítimo de Ílhavo. O anúncio do vencedor do galardão aconteceu no âmbito das comemorações do Dia Nacional do Mar.

De acordo com o júri, a obra distinguida, que resulta de uma tese de doutoramento realizada na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, “constitui um contributo muito relevante e inovador para os estudos de cultura marítima e conjuga diversas dimensões que correspondem aos objetivos do Prémio Octávio Lixa Filgueiras”.

O júri destaca, ainda, a solidez e qualidade do trabalho, os contributos que oferece para a museologia marítima e o estudo de caso, muito relevante, centrado na construção mítica da maritimidade da Nazaré, cujos discursos resultaram de múltiplos afluentes, das artes plásticas à literatura e ao cinema, passando pela cultura material da comunidade piscatória local e pelo papel reprodutor das elites.

Nesta quinta edição, o “Prémio Octávio Lixa Filgueiras” alcançou um número recorde, quer de inscrições, quer de submissões de obras, de temas amplos e diversos, o que demonstra o seu reconhecimento e valorização na academia e na sociedade civil. No total, foram realizadas 26 inscrições, das quais 16 efetivaram a candidatura.

Este prémio tem um valor monetário de 2.500 euros e destina-se a galardoar autores de dissertações académicas ou de trabalhos de investigação inéditos, realizados no âmbito da cultura marítima-fluvial, nomeadamente nas áreas da História Marítima, Arquitetura Naval, Antropologia Marítima, Arqueologia Subaquática, Patrimónios Marítimos e Museologia.