Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

PARA PROMOÇÃO DO AGRONEGÓCIO

CPLS celebra protocolo com a Câmara de Comércio Brasil Portugal - Centro Oeste

A CPLS - Comunidade Portuária e Logística de Sines celebrou um protocolo de cooperação com a Câmara de Comércio Brasil Portugal – Centro Oeste (CCBP-CO) com o objetivo de estudar e promover uma solução logística, eficaz e eficiente para a exportação de produtos agropecuários brasileiros pelos portos do país-irmão, preferencialmente os localizados no Arco Norte, com destino à Europa e ao Norte de África, através do Porto de Sines.

O protocolo prevê a constituição de um grupo de trabalho multidisciplinar com conhecimento profundo da cadeia de valor do mercado agropecuário brasileiro, incluindo a operação marítimo-portuária e a logística multimodal no Brasil e na Europa.

A CCBP-CO representa os interesses dos produtores do Centro Oeste do Brasil que, na sua totalidade, são responsáveis por cerca de 45% de toda a produção agrícola brasileira. Grande parte desta produção é destinada à Europa, utilizando os Portos de Santos e Paranaguá ao invés dos portos do Arco Norte que, potencialmente, podem oferecer uma forte redução nos custos logísticos e ambientais utilizando Sines como porta de entrada na Europa.

Este protocolo insere-se na estratégia da plataforma industrial, logística e portuária de Sines em promover novas áreas de negócio em Sines, como o agronegócio, através do potencial existente de deslocalizar os fluxos logísticos do norte da Europa para Portugal, graças à oferta conjunta e completa que Sines apresenta.