Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

APDL recebe APAT e aplaude contributo de transitários para o sector portuário nacional

A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) esteve reunida com a Associação dos Transitários de Portugal (APAT), numa sessão de apresentação de cumprimentos à nova Administração da APDL.

Durante a reunião foi destacado o contributo essencial dos transitários para a manutenção do funcionamento eficiente do Porto de Leixões, bem como para a garantia da manutenção da cadeia de distribuição de produtos essenciais, desde equipamento médico e medicamentos a produtos alimentares e restantes bens de primeira necessidade.

A APDL realçou, também, o afinco e rigor demonstrado pelos transitários no cumprimento da sua missão e pela resposta célere a constrangimentos e dificuldades que foram surgindo durante este período desafiante. A administração portuária saudou, ainda, a APAT pelo seu contributo solidário e responsável para o bem-estar dos portugueses e para uma rápida recuperação da economia.