Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Fábrica Ria Blades investe 5,2 milhões de euros e cria mais 41 posto de trabalho em Vagos

A fábrica de pás eólicas Ria Blades, maior empregador de Vagos, vai investir 5,2 milhões de euros em duas novas linhas de produção, que vão criar 41 postos de trabalho, segundo documentos apresentados no município.

A empresa, que em abril passou a ser propriedade do grupo Siemens Gamesa, apresentou na Câmara Municipal de Vagos uma candidatura a Projeto de Interesse Municipal de Vagos (PIM), para criação de duas novas linhas de produção, que foi aprovada por unanimidade pelo executivo presidido pelo social-democrata Silvério Regalado.

“Com esta aprovação a Riablades S.A. irá usufruir de benefícios em sede de impostos municipais, nomeadamente no que diz respeito à ausência do pagamento de Derrama e de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) por um período de cinco anos”, resume o autarca num documento a que a Lusa teve acesso.

O investimento será feito nos próximos dois anos na atual unidade industrial, com a criação de duas novas linhas: uma para pás eólicas de 145 metros de diâmetro; outra, uma nova linha-protótipo, para pás de 155 metros de diâmetro, “que visa validar conceitos para permitir o investimento em linhas adicionais para esta tipologia de pá”.

O montante do investimento está estimado em 5.245.032,26 euros.

fonte