Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

APRAM, PORTOS DA MADEIRA

Reabilitar os pequenos cais como mais-valia económica e social

A Presidente do Conselho de Administração da APRAM, Portos da Madeira, visitou as obras de reabilitação do Cais da Ribeira Brava, uma infraestrutura portuária que Paula Cabaço considera “ter grande potencial, não só no apoio à população local, mas no desenvolvimento das atividades marítimo-turísticas regionais e na criação de mais um ponto de atração para embarcações.”

As obras decorrem a bom ritmo e a previsão é que estejam concluídas no próximo mês de agosto, representando um investimento de cerca de 1 milhão e 600 mil euros.

Brevemente, será feita uma filmagem subaquática, de modo a documentar e garantir a eficiência da intervenção já concluída.
O objetivo desta obra visou a correção de danos acumulados e os trabalhos de manutenção recorrentes e necessários numa infraestrutura marítima, de modo a ser utilizado com segurança e comodidade.

A reabilitação do Cais da Ribeira Brava abrange a recuperação e reforço do manto resistente do cais com cubos Antifer de 45 toneladas, a reconstrução do muro-cortina do cais e execução de um novo muro cortina a poente, a reparação de superfícies de betão com sinais de desgaste e deterioração, bem como das estruturas de betão armado delaminado.

Contempla ainda a proteção da fundação da cabeça do cais, a remoção de obstáculos volumosos da zona adjacente ao molhe-cais, repavimentação e substituição dos cabeços de amarração e das defensas de painel existentes no cais.

A Presidente do CA recorda que o contrato programa com o Governo Regional que tornou possível a concretização desta obra que se insere “num dos objetivos governamentais da chamada economia azul, visa beneficiar os pequenos cais e portos da região, não apenas como portos de abrigo, mas de apoio às atividades de lazer e turismo, tornando estas infraestruturas marítimas uma mais valia económico-social, numa altura, em que é preciso reinventarmo-nos.”

A obra de reabilitação do Cais da Ribeira Brava faz parte de um pacote de outras obras, consubstanciadas num contrato programa no valor total de 5,7 milhões de euros.