Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Grupo Sousa perspectiva 2020

O maior armador português tem vindo a crescer muito na última década, chegando ao ponto de constar na lista dos 100 maiores armadores a nível mundial da Alphaliner. Neste novo ano, a portuguesa sediada no arquipélago da Madeira enfrenta novos desafios e apresentou as suas expectativas referentes a 2020.

A nova década irá começar com alguns projectos apontados, indicando desde logo a edificação do terminal logístico da Logislink na ilha de São Miguel, como anunciado anteriormente, semelhante ao existente na Madeira, com uma área coberta de 8.500 m2, dos quais 1.600 m2 dedicados ao frio, assente num terreno de 30.000 m2.

Em termos de sustentabilidade, os seus navios passarão a utilizar combustível com baixo teor de enxofre, em linha com a Convenção internacional MARPOL da IMO (International Maritime Organization). Recorde-se ainda que o Grupo Sousa opera nove navios, dos quais cinco são próprios, em quatro países.

Em termos tecnológicos, a empresa aponta ainda a entrada em pleno da recente implementação SAP em todas as unidades de negócio, o que abrange o transporte marítimo, as operações portuárias, logística, energia e turismo.

Para além disso, em pipeline, está o início da operação de rebocadores nos portos de Lisboa, Setúbal e Sines e a entrada em funcionamento do novo edifício de serviços do Grupo Sousa, junto ao terminal de cruzeiros.

Deste modo, as expectativas do armador para 2020 são colocadas no reforço das operações com foco no cliente, de modo sustentável (a níveis ambiental, económico e social), nas suas actividades nos mercados nacional e, sobretudo, internacional, onde competem com os maiores players mundiais.

fonte