Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Investimento de meio milhão de euros na lota de Olhão

A Docapesca pretende investir quase meio milhão de euros em obras de reabilitação e na substituição de equipamentos na lota de Olhão, que é a mais importante do Algarve, tanto ao nível da quantidade de pescado transacionada como de receitas, apurou o CM.

A intervenção que representa um maior investimento - cerca de 250 mil euros - diz respeito à requalificação das caleiras e da área envolvente dos cais de descarga e do cais da pesca do cerco. Esta obra tem início previsto para o primeiro trimestre deste ano.

O plano de investimentos da empresa pública contempla ainda a instalação de uma nova câmara frigorífica e a substituição do sistema de fornecimento de água salgada ao cais de descarga do cerco. O custo é de quase 100 mil euros.

Está ainda programada a pintura do edifício da lota, a melhoria da iluminação no porto, a colocação de videovigilância e a aquisição de diversos equipamentos.

Segundo revela a Docapesca, numa resposta por escrito a uma pergunta do deputado João Dias (PCP), a que o CM teve acesso, nos últimos anos já foram investidos cerca de 380 mil euros no porto de pesca e na lota de Olhão.

De acordo com dados da Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, nos primeiros onze meses do ano passado foram transacionadas mais de 10 mil toneladas de peixe naquela lota, o que se traduziu numa receita de 17,5 milhões de euros.

No conjunto de todas as lotas algarvias, o pescado desembarcado atingiu as 18 mil toneladas, rendendo um valor de quase 49 milhões de euros.

fonte