Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Porto de Aveiro pronto para investir em obras prioritárias

O reforço do cordão dunar, das margens da Ria e o trabalho em áreas específicas como a Gafanha de Aquém ou o Terminal Bacalhoeiro, na Gafanha da Nazaré, são áreas prioritárias definidas pelo Plano Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas.

O recurso a fundos financeiros nacionais e europeus surge como necessário, tal a dimensão do investimento que será necessário em áreas de risco, numa das zonas mais problemáticas no contexto europeu, com a subida do nível das águas.

Fátima Alves, da Administração do Porto de Aveiro, já assumiu que o tema das alterações climáticas "tem vindo a ganhar posições" na lista de prioridades dos Portos para os próximos anos.

A administração do Porto de Aveiro refere a recuperação da zona do Terminal Bacalhoeiro como um dos locais de investimento "necessário". Fátima Alves fala da estrada como elemento a cuidar numa operação de parceria com a Câmara de Ílhavo e os fundos europeus. (com áudio)

O Plano Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas tem a responsabilidade técnica do Centro de Estudos e Desenvolvimento Regional e Urbano e com a parceria do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar da Universidade de Aveiro, do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa e o apoio do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos.

Os responsáveis pelo Plano já avisaram que Governo e UE devem prepara-se para investir na defesa dos territórios.

COM ÁUDIO