Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

APS comemora este sábado o 42.º aniversário

A Administração do Porto de Sines (APS) foi criada em 14 de dezembro de 1977, pelo Decreto-Lei Nº 508/77, tendo como responsabilidade a gestão e exploração do Porto de Sines, cuja construção se havia iniciado em 1973.

A APS foi criada como instituto público, dotado de personalidade jurídica e gozando de autonomia administrativa e financeira. Cabia-lhe, na altura, a gestão e exploração do único terminal existente – o Terminal Petroleiro (atual Terminal de Granéis Líquidos).

Entre as suas competências, cabe à empresa explorar economicamente, conservar, e desenvolver o porto de Sines; elaborar os estudos e planos de obras marítimas e terrestres e do equipamento do porto a submeter à aprovação do Governo; construir, adquirir, conservar e fiscalizar as obras marítimas e terrestres e o equipamento flutuante e terrestre do porto, tendo ainda por missão assegurar a coordenação, fiscalizar e regulamentar as atividades exercidas dentro da sua área de jurisdição, sem prejuízo das atribuições conferidas por lei a outras entidades.

Em 1998, e a par das outras quatro principais administrações portuárias do país (Lisboa, Setúbal, Leixões e Aveiro), a Administração do Porto de Sines foi transformada numa sociedade anónima de capitais públicos, particularmente estruturada para conceder concessões a operadores privados, pelo Decreto-Lei Nº 337/98. Fica então criada a APS,SA.

E em março de 2014, o Decreto-Lei Nº 44/2014 estabelece o regime de transferência dos portos comerciais de Faro e de Portimão para a APS, S.A. Nasce a APS – Administração dos Portos de Sines e do Algarve, SA, a quem é atribuída a jurisdição portuária direta nas zonas marítimas, flúvio-marítimas e terrestres necessárias à exploração portuária dos portos comerciais de Faro e de Portimão, anteriormente atribuída ao IPTM, I.P., o que implica não só a transferência das funções jurisdicionais relativas aos dois portos comerciais, mas também do património, pessoal e recursos financeiros que lhes estão afetos.