Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Lisboa é uma das cidades europeias da exposição «Arquitecturas à Beira-Mar»

Lisboa está entre um conjunto de cidades europeias incluídas na exposição “Arquiteturas à Beira-Mar”, sobre projetos ligados a zonas costeiras, que a Fundação Mies van der Rohe em Barcelona, Espanha, vai expor até 12 de janeiro de 2020.

O objetivo desta exposição é apresentar casos de cidades que criaram novas áreas arquitetónicas que resultaram numa relação mais próxima com o mar ou rios, tal como Paris, Copenhaga, Madrid, Oslo ou Barcelona, segundo a organização.

Nesta mostra, estarão reunidos 68 projetos retirados dos arquivos do Prémio Mies van der Rohe para a arquitetura contemporânea, reveladores desta regeneração das cidades perto de zonas aquáticas, um galardão que é organizado pela União Europeia e por aquela fundação.

Com curadoria de Ivan Blasi, Anna Sala Giralt, e Francesc Muñoz, a mostra, que vai narrar as histórias destas cidades através de informação audiovisual e maquetes, ficará patente no Museu Marítimo de Barcelona.

Os projetos expressam a vontade das cidades em “incluir espaços que nos últimos trinta anos sofreram importantes processos de regeneração urbana provocados pela transformação de atividades tradicionais portuárias e industriais que redesenharam muitas vezes a sua forma e funções”, descreve a organização.

Entre os projetos portugueses que constam da lista de selecionados pelos curadores para esta exposição contam-se o Pavilhão de Portugal criado para a Expos98, em Lisboa, da autoria de Álvaro Siza, o Museu do Farol de Santa Marta, em Cascais, do atelier Aires Mateus, e a Praça D. Diogo de Menezes, também em Cascais, do atelier Miguel Arruda Arquitetos Associados.

Carrilho da Graça tem dois projetos na exibição: o Pavilhão do Conhecimento e o Terminal de Cruzeiros, ambos em Lisboa.

Também a Torre de Controlo do Tráfego Marítimo do Porto de Lisboa, de Gonçalo Byrne, e o edifício do Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, pelo atelier de Amanda Levete, estão entre os projetos destacados.

fonte