Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

AÇORES

Ana Cunha adianta que a Atlânticoline procura navio alternativo para reforço do abastecimento ao Grupo Ocidental

A Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas afirmou, na Horta, que a Atlânticoline “foi incumbida pelo Governo de procurar soluções de outros navios” que possam reforçar a operação de abastecimento ao Grupo Ocidental.

Ana Cunha adiantou que a empresa “está a fazer o seu trabalho de prospeção e tem recebido diversos contributos da sociedade civil, mas também de pessoas da área”, encontrando-se a “fazer uma análise e uma procura de um navio que, com maior capacidade, possa vir a reforçar as ligações e o abastecimento às ilhas das Flores e do Corvo”.

A Secretária Regional, que falava quarta-feira aos jornalistas, no final de uma audição na Comissão de Economia da Assembleia Legislativa, adiantou que “essa solução será concertada com o tráfego local, que é quem tem tido a capacidade de fazer esse abastecimento e tem prestado um contributo inestimável nesse abastecimento, sendo certo que, atendendo às condições do Porto [das Lajes], neste momento, são os únicos barcos que conseguem lá acostar”.

mais detalhes