Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Viana do Castelo celebrou Dia do Porto de Mar

A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) levou a efeito um programa que incluiu um conjunto diversificado de iniciativas, promovendo uma política de proximidade junto da comunidade local, população académica envolvente e imprensa local.

Na Praça da Liberdade, o autarca José Maria Costa destacou a importância o Porto de Mar para o perfil exportador do concelho. Viana do Castelo tem vindo a afirmar-se como um concelho de forte acolhimento empresarial e exportador, tendo atingido em 2017 os 831 milhões de euros de exportações, o que coloca o Município em 16º lugar no ranking nacional, correspondendo a 1,5% das exportações nacionais.

Recorde-se que, no mês de fevereiro, o Primeiro-Ministro, António Costa, presidiu à cerimónia de consignação dos novos acessos rodoviários ao Porto de Mar de Viana do Castelo. Na cerimónia, o governante referiu que esta obra será uma mais-valia para as empresas da região e para o movimento portuário, mas que vai “simultaneamente melhorar a qualidade de vida das populações, que vão deixar de ver a sua vida devassada pelo tráfego das viaturas que entram e saem do porto”.

mais detalhes