Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Dragagens nos portos de Peniche, Lagos e Vila do Conde

A Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM), do Ministério do Mar, avançou, na semana passada, com a adjudicação do procedimento das dragagens nos portos de Peniche e Lagos, tendo o contrato sido assinado esta quarta-feira, dia 04 de setembro.
Quanto ao procedimento da dragagem da barra do porto de Vila do Conde, a adjudicação foi concretizada esta quinta-feira, dia 05 de setembro, sendo que o contrato será assinado esta sexta-feira.

Com a assinatura deste contrato, a DGRM poderá então proceder à consignação da obra com vista à mobilização da draga e arranque dos trabalhos, ainda durante o mês de setembro, estimando-se que, num período de duas semanas, a dragagem seja finalizada, removendo 25.000 metros cúbicos, num custo total de 150.000 euros.

Importa ainda realçar que a execução desta dragagem irá decorrer dentro da janela temporal adequada, ou seja, durante o período de condições meteorológicas favoráveis, permitindo que estejam restabelecidas as condições de segurança no porto de pesca no próximo inverno marítimo, período em que o estado do mar e os riscos na navegação são superiores.