Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

PORTO DE SETÚBAL INVESTE 1,2 MILHÕES PARA MELHORAR INFRAESTRUTURAS

O Porto de Setúbal vai investir 1,2 milhões de euros na ampliação e melhoria de diversas infraestruturas de apoio às suas operações. Esta obra, que teve início segunda-feira, dia 19, e deve estar concluída até ao final do ano, vai possibilitar, entre outras melhorias, a criação de mais 83 lugares de espera e estacionamento, junto aos Terminais Multiusos Zona 2 e Roll-On Roll-Off.

A obra prevê o aumento da capacidade atual do parque de espera de pesados no Terminal TMS 2 de 17 para 61 lugares e do estacionamento de ligeiros de 48 para 87 lugares, dividido em dois parques. Também a portaria do terminal “Ro-Ro – Coelho da Mota” atualmente de carácter provisório, será demolida e substituída por nova portaria e edifício de apoio.

As obras incluem a construção de uma passagem pedonal entre o parque de espera de pesados do “TMS-2” e um dos parques de estacionamento de ligeiros e a construção de novas infraestruturas de combate a incêndio, abastecimento de água potável, rede elétrica e CCTV e fibra ótica.