Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Primeiro-Ministro destaca investimento nas ligações de Sines a Espanha e de Leixões à Galiza

A 15 de Julho, António Costa elogiou os investimentos previstos para a ferrovia nacional, considerando as obras de modernização da Linha do Douro, inauguradas nesse dia, «uma das peças importantes do grande programa ferrovia 2020». O Primeiro-Ministro enalteceu também a aposta nas ligações do Porto de Sines a Espanha e do Porto de Leixões à Galiza.

«Esta não é uma obra isolada», afirmou António Costa, durante o seu discurso de inauguração, em Lousada. O líder do Executivo sublinhou que se estamos perante um programa de dois mil milhões de euros de investimento «num eixo muito importante, que tem a ver com internacionalização da nossa economia e com o reforçar e melhorar as ligações internacionais do país».

Citado pelo portal ‘Notícias ao Minuto’, o Primeiro-Ministro destacou os investimentos no «Corredor Sul, ligando o porto de Sines a Espanha, no Corredor Norte ligando Aveiro a Vilar Formoso» e também «no Corredor da linha do Minho», que passou a contar com «electrificação entre Nine e Viana do Castelo», permitindo «melhorar as ligações do Porto, designadamente do Porto de Leixões até à Galiza».

Para António Costa, «há óptimas razões para investir na ferrovia», com três factores aliciantes à cabeça: a melhoria da qualidade de vida das populações; a dimensão económica (com a redução da dependência externa em matéria energética e a melhoria da competitividade das empresas na sua exportação) e o combate às alterações climáticas, enumerou o ‘Notícias ao Minuto’.

fonte