Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Projecto em andamento:

Porto de Sines com ligação à Polónia no âmbito do «transhipment» de GNL

A Ministra do Mar marcou presença no ‘Conselho de Energia UE-EUA, fórum de negócios de Gás Natural Liquefeito’, que decorreu a 2 e 3 de Maio. Em declarações aos jornalistas, à margem dos trabalhos, a governante declarou que Portugal se encontra a desenvolver projectos com outros países da União Europeia (UE) para o transporte de gás natural liquefeito (GNL).

Fornecimento de GNL: Porto de Sines em conexão com Gdansk

Entres esses países estão a Polónia e a Hungria. «Temos um projecto já a começar a ser concretizado que é com a Polónia, de termos dois portos ligados, o de Sines e o porto principal deles», desvendou a Ministra do Mar. O projecto é útil para a Polónia, uma vez que cria «uma alternativa relativamente ao fornecimento da Rússia, e que permite fazê-lo com uma redução substancial do número de emissões de ácido sulfúrico, partículas e de dióxido de carbono […] e com um custo de transporte que é menos de metade do que são as referências internacionais», explicou.

Cooperação com a Hungria também em análise

O que ganha Portugal com tal projecto? A iniciativa, explicitou a governante, possibilita um estímulo rumo a «mais movimentação para o Porto de Sines, o que quer dizer mais receita, mais emprego», adiantou, citada pelo ‘Dinheiro Vivo’. Portugal estuda também uma cooperação com a Hungria, estando em equação uma ligação mais estreita no contexto da comercialização do GNL.

fonte