Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Assinado contrato de 74,5 ME para novo troço da ferrovia entre Sines e Caia

A Infraestruturas de Portugal assinou esta segunda-feira, 8 de Abril, o contrato, no valor de 74,5 milhões de euros, para a construção do troço ferroviário Freixo/Alandroal do Corredor Internacional Sul, que vai ligar o Porto de Sines à fronteira do Caia (Elvas).

Em comunicado enviado à agência Lusa, a Infraestruturas de Portugal (IP) revelou ter procedido à assinatura do contrato com a MOTA-ENGIL, Engenharia e Construção, S.A., empresa a quem foi adjudicada a construção deste novo troço ferroviário.

A obra, que implica um investimento de 74,5 milhões de euros, no âmbito do Programa Ferrovia 2020, tem uma extensão de 20,5 quilómetros e é a segunda empreitada da nova Linha de Évora do futuro Corredor Internacional Sul a ser adjudicada.

O primeiro troço, Évora Norte/Freixo (no concelho de Redondo), igualmente com 20,5 quilómetros de extensão, foi adjudicado a 11 de fevereiro, conta com um investimento de 46,6 milhões de euros e um prazo de execução de 540 dias.

"O novo troço da Linha de Évora, constituído pelos troços Évora Norte/Freixo, Freixo/Alandroal e Alandroal/ Linha do Leste, terá uma extensão total de cerca de 100 quilómetros, 80 dos quais de construção nova, em via única eletrificada (25 kV-50 Hz) sobre plataforma para via dupla, balastrada com carril UIC60 e travessa de betão polivalente (preparada para receber a bitola europeia)", explicou hoje a IP.

O contrato agora assinado envolve, entre outros trabalhos, a construção da infraestrutura de via-férrea, incluindo terraplenagem e sistema de drenagem e a criação de uma estação técnica.

Além disso, vão ser construídas cinco pontes (com extensões que variam entre os 148 metros e os 664 metros) e quatro viadutos ferroviários (entre os 310 e os 614 metros de extensão), assim como 16 obras de arte para a criação de desnivelamentos rodoviários.

A execução de caminhos paralelos e caminhos de acesso e emergência contíguos, a vedação do canal ferroviário e trabalhos preparatórios para a colocação de sistemas de Retorno de Corrente de Tração e Terras de Proteção (RCT+TP), telecomunicações, catenária e sinalização estão também incluídos na empreitada.

O contrato assinado entre a IP e a empresa adjudicatária é cofinanciado pela União Europeia, através do programa Connecting Europe Facility (CEF), ao abrigo de contratos de cofinanciamento com comparticipações que variam entre os 40 e os 50%.

fonte