Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Portos dos Açores lança concurso para obras no Porto de Ponta Delgada

O concurso para as obras no porto de Ponta Delgada foi publicado quarta-feira em Diário da República, representando um investimento de 41 milhões de euros que “vai melhorar significativamente” a operacionalidade da infraestrutura, diz a Portos dos Açores.

Numa nota enviada às redações, a empresa pública que gere os portos dos Açores acrescenta que a empreitada de reperfilamento do cais, repavimentação do terrapleno portuário, beneficiação das redes técnicas nele integradas e dragagem da bacia portuária do porto de Ponta Delgada, em São Miguel, “tem um prazo de execução de 36 meses, após a reformulação do respetivo procedimento”.

O prazo para apresentação das propostas no âmbito do concurso público agora lançado é de 45 dias.

“Esta obra irá melhorar, de forma significativa, a operacionalidade e a capacidade no porto, com o aumento muito significativo na área do terrapleno, que passará a ter mais de 34 mil metros quadrados, e com o avanço de cais em 25 metros em relação à frente atual, que passará a dispor de 380 metros lineares de cais”, adianta a nota.

Por outro lado, a empreitada “vai permitir a operação de navios de contentores ‘em linha’ e no mesmo terrapleno, diminuindo o número de movimentações e ciclos de transporte, e, consequentemente, melhorar a produtividade e com menor desgaste para os equipamentos do porto”.

A Portos dos Açores informa ainda que a empreitada contempla a dragagem de fundos da bacia para as respetivas cotas de serviço, a colocação de pavimento novo em toda a área portuária, e a edificação de infraestruturas de abastecimento de energia ao parque de contentores e de infraestruturas de iluminação de todo o terrapleno.

As obras integram também a construção do novo edifício das operações portuárias.

De acordo com a empresa, está assegurado financiamento comunitário.

“Nesta candidatura estão incluídas mais duas obras, concretamente o reforço do manto de proteção do molhe principal do porto de Ponta Delgada, em curso, e o reordenamento da inserção da Avenida Kopke com o cais comercial de Ponta Delgada e lado sul do Forte de São Brás, já concluído”, lê-se ainda.

fonte