Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA DÁ MAIS UM IMPORTANTE PASSO COM INVESTIMENTO DE 43,4 MILHÕES DE EUROS EM LEIXÕES

A Estratégia para o Aumento da Competitividade da Rede de Portos Comerciais do Continente – Horizonte 2026, aprovada pelo Governo na Resolução do Conselho de Ministros n.º 175/2017, dá esta sexta-feira mais um importante passo com a apresentação do Projeto de Reconversão do Terminal de Contentores Sul do Porto de Leixões, que juntou no Terminal de Cruzeiros de Leixões a Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, o Presidente do Grupo Yildirim, Robert Yildirim, e o CEO da Yilport Holding, Christian Blauert.

O Projeto de Reconversão do Terminal de Contentores Sul do Porto de Leixões prevê um investimento de 43,4 milhões de euros, que será realizado na íntegra pela concessionária do terminal, a Yilport Holding (Grupo Yildirim).

A reconversão deste terminal contempla uma série de intervenções, tais como o reforço e pavimentação dos terraplenos (aumentando a área de parqueamento de contentores cheios em cerca de 2,4 hectares), a construção de um terminal ferro-portuário, a reconversão do parque de espera de camiões para zona de parqueamento de contentores vazios, a aquisição e renovação de equipamentos de movimentação de contentores (nomeadamente a aquisição de seis pórticos de parque) ou a construção e transferência de edifícios de apoio ao terminal.

Reforço da competitividade do Porto de Leixões, que alcançou recorde de movimentação em 2018

Este é um investimento tido como prioritário pela Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, nomeadamente para dar resposta ao crescimento da carga contentorizada que se prevê no curto prazo na sequência do que se vem registando no Porto de Leixões – que, em 2018, alcançou o melhor resultado de sempre neste segmento, com uma movimentação de 668 mil TEU (que corresponderam a mais de 6,6 milhões de toneladas).

Com este investimento, o Porto de Leixões poderá continuar a crescer e a bater recordes na carga contentorizada, uma vez que permite aumentar a capacidade do Terminal de Contentores Sul em 210 mil TEU/ano - passando dos 450 mil TEU de capacidade atual para os 660 mil, o que eleva a capacidade instalada em carga contentorizada no Porto de Leixões para os 860 mil TEU/ano.

Por outro lado, este investimento 100% privado no Terminal de Contentores Sul do Porto de Leixões permitirá também aumentar a intermodalidade ferro-marítima, retirando camiões das estradas e reduzindo a pegada ambiental (gerando uma redução de emissões de 790 toneladas de CO2).

Os proveitos económicos deste investimento estão estimados em 406 milhões de euros.

Ministra do Mar recorda meta de crescimento de 73% na carga contentorizada em Leixões

«Na Estratégia para o Aumento da Competitividade da Rede de Portos Comerciais do Continente – Horizonte 2026 defini como meta, para o Porto de Leixões, atingir um crescimento de 73% na carga contentorizada no prazo de uma década, até ao final de 2026. O caminho para o alcance dessa meta está a ser concretizado conforme planeado, com uma tendência de crescimento contínuo na movimentação de contentores em Leixões», salienta a Ministra do Mar, recordando que «o ano de 2018 foi o melhor de sempre para o Porto de Leixões no que respeita à carga contentorizada, com uma movimentação acima de 6,6 milhões de toneladas, um valor que representa um novo máximo e um aumento de 8% face a 2017».

«Em 2018 o Porto de Leixões manuseou 668 mil TEU, um número que superou mesmo a capacidade teórica instalada para a carga contentorizada. Isto significa que ou se investe já na sua ampliação por forma a ultrapassar os constrangimentos existentes ou corremos o risco do Porto de Leixões perder competitividade no curto prazo», concluiu Ana Paula Vitorino.