Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Programa de literacia do mar arranca este ano para o primeiro ciclo do ensino básico

A Fundação Oceano Azul, o Oceanário de Lisboa e a Direção-Geral da Educação lançaram esta quarta-feira em Mafra um programa pioneiro de literacia do mar, que vai chegar este ano aos alunos do primeiro ciclo.

O programa vai começar a ser desenvolvido nas escolas dos concelhos de Mafra, Cascais (distrito de Lisboa), Peniche, Nazaré (distrito de Leiria) e Portalegre, onde os professores estão já a receber formação, informou a Fundação Oceano Azul à agência Lusa.

O programa-piloto ‘Educar para a Geração Azul’ deverá estender-se ao resto do país, consoante a adesão dos municípios, e pretende “transformar as próximas gerações de portugueses em cidadãos mais comprometidos com a sustentabilidade e com a conservação do oceano”, alertando as crianças para os impactos negativos da exploração dos recursos marinhos e das alterações climáticas nos oceanos.

Além da formação inicial dos professores, é distribuído pelos docentes um manual sobre o oceano no contexto do currículo escolar do primeiro ciclo, alertando para a importância estratégica que o mar tem para os países costeiros e para Portugal.

No manual, são abordadas oito áreas do conhecimento sobre o oceano – literatura, ecologia, direito, estratégia, economia, história, física e química – o que permite trabalhar na sala de aula conteúdos das disciplinas de Português, Matemática, Estudo do Meio e áreas associadas às competências do Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória em Portugal.

O oceano é explicado aos alunos através de atividades práticas e lúdico–pedagógicas, incentivando trabalhos de campo nas zonas costeiras e indo ao encontro das novas tendências da educação, que privilegiam o ensino de temas transversais, através de experiências dentro e fora da sala de aula.

O programa arranca em Mafra, envolvendo 3.650 alunos, duas centenas de professores e duas dezenas de escolas, mas vai chegar nesta primeira fase a um total de 15.440 crianças e quase mil professores ao ser alargado aos concelhos que já aderiram.

FONTE