Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

NOEMI FREIRE

Primeira submarinista da Marinha Portuguesa

Com a homologação do curso, já é oficial: a primeiro-marinheiro Noemie Freire concluiu o curso de especialização em submarinos, tornando-se a primeira mulher na Marinha Portuguesa com esta especialidade, em 105 anos de história dos submarinos em Portugal.

Para esta militar da Marinha, que concluiu o curso​​ juntamente com outros 6 militares, a primeira reação é de “orgulho, por mais uma etapa alcançada”.

Noemie Freire nasceu em França a 27 de fevereiro de 1988, fez toda a sua formação escolar em Pombal tendo ingressado na Marinha Portuguesa em janeiro de 2007 para realizar o curso de formação de praças na especialidade de operações.

Após a conclusão do curso e até 2017, ano em que foi admitida no curso de especialização em submarinos, para o qual se voluntariou, desempenhou funções a bordo dos NRP Corte Real e NRP Bartolomeu Dias e no Centro de Operações Marítimas do Comando Naval.

Durante o curso de especialização em submarinos a primeiro-marinheiro Freire demonstrou ser uma militar motivada e interessada, realizando com aproveitamento todas as provas teóricas. As mais de 900 horas de navegação realizadas no curso permitiram verificar o seu entrosamento e adaptação às especificidades das rotinas a bordo de um submarino e a aplicação dos conceitos e técnicas aprendidas.

A militar está agora habilitada a operar equipamentos de guerra eletrónica, recolha de imagens operacionais, operação do sistema de combate e a colaborar em ações de manutenção dos sistemas de armas.

A marinheira Noemie Freire irá prestar serviço a bordo do NRP Tridente.