Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística

Notícias

VHF

«Não lancem resíduos perigosos ao mar, pescadores»

Com o intuito de “sensibilizar os profissionais da pesca para o perigo que representa o depósito no mar de certos produtos com propriedades inflamáveis ou tóxicas”, a Direcção Regional das Pescas dos Açores, em parceria com a estação costeira (estação que estabelece comunicações com os barcos de pesca), lançaram uma campanha, via rádio VHF, que comunica a importância de não lançar resíduos para o mar.

A 10º Semana Europeia da Prevenção de Resíduos, onde se registaram 221 acções em todos os municípios, sob o tema: “Prevenção de Resíduos Perigosos: hora de desintoxicação”, serviu de mote para esta acção, e servirá igualmente para desenvolver uma acção de gestão de resíduos a bordo das embarcações de pesca açorianas, por parte da Direcção Regional das Pescas.

“Muitas vezes, o mar é encarado como depósito para resíduos e é essa ideia que devemos combater”, referiu o Director Regional das Pescas, Luís Rodrigues, acrescentando que esta acção de sensibilização pretende contribuir para “a preservação dos oceanos”.

“Sendo o mar o meio de trabalho do sector da pesca, esta acção visa alertar as embarcações açorianas para a importância de um ambiente de trabalho livre de resíduos perigosos, através da criação de boas práticas de responsabilidade ambiental na gestão de lixo tóxico”, conclui Luís Rodrigues.

fonte