Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

ARRANCOU A OBRA DE REPARAÇÃO DO QUEBRA-MAR DO PORTO DA ERICEIRA

Cumprindo as orientações da Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, de se proceder à reparação do Quebra-Mar do Porto da Ericeira, a Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) consignou a empreitada de recuperação do quebra-mar do porto da Ericeira, após realização do procedimento de contratação, pelo valor de cerca de 2.800.000 € (IVA incluído).

A obra contempla a execução de trabalhos de reparação e reforço da cabeça da estrutura, através da colocação blocos Antifer de 550 kN, em substituição dos atuais que se encontram danificados, e na construção de uma banqueta no pé de talude do manto resistente, por forma a reparar os danos relevantes na cabeça da estrutura, materializados pela remoção de inúmeros blocos do manto resistente, ocorridos durante os últimos invernos desde 2013. Na sua extremidade, o quebra-mar apresentava já um assentamento assinalável e, sem esta intervenção, corria o risco de vir a ter danos estruturais irreparáveis. A empreitada tem um prazo de execução de 9 meses e permitirá repor a segurança estrutural do quebra-mar e manter a proteção do porto de pesca e do canal de acesso, bem como de toda a zona de praia.

De recordar que a intervenção do Ministério do Mar no porto da Ericeira inclui, ainda, a dragagem de manutenção da bacia portuária, recentemente concluída pela DGRM, com um investimento de cerca de 540.000 € (IVA incluído). Foram removidos 60.000m3 de areia e, desta forma, realizado um pedido dos pescadores que esperavam por esta dragagem há mais de quatro anos. No total, o montante envolvido no quebra-mar e na dragagem ascende a 3.340.000 € (IVA incluído).