Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Dragagem do porto de Ericeira decorre a bom ritmo

A dragagem do porto da Ericeira, sob responsabilidade da DGRM, decorre a bom ritmo, devendo estar concluída no final do corrente mês de julho.

Será dragado um volume total de 60.000 m3 de sedimentos da bacia portuária, de modo a repor as cotas de serviço estabelecidas para este porto, com a imersão dos dragados a ocorrer na deriva litoral a sul deste porto.

A bacia do porto da Ericeira tinha vindo a ser alvo de um franco assoreamento desde 2010, pelo que o projeto de intervenção neste porto contempla a dragagem da bacia portuária no sentido da restituição das cotas de fundo necessárias à normal operacionalidade portuária e de modo a garantir as condições de segurança de pessoas e embarcações que demandam a este porto.

A dragagem foi adjudicada à empresa Manuel Maria de Almeida e Silva& CA, S.A., pelo valor de 532.098 euros.

Recorde-se que o projeto de intervenção neste porto contempla também a execução de trabalhos de reparação do quebra-mar de proteção, que contempla a reparação e reforço da cabeça da estrutura, através da colocação blocos Antifer de 550 kN, em substituição dos atuais blocos, e na materialização de uma banqueta no pé de talude do manto resistente. Estes trabalhos no quebra-mar terão inicio a curto prazo e representarão um investimento de 2.763.810 euros, contando com cofinanciamento do MAR2020.