Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

China-Europa: tráfego ferroviário de mercadorias dispara em 2017

Desde 2011, os comboios de mercadorias que ligam a China à Europa executaram mais de 9 mil viagens, de acordo com dados divulgados pela Corporação Chinesa de Caminhos-de-ferro. O ano passado foi o corolário dessa progressão.

 

China-Europa: 800 mil contentores transportados por via ferroviária desde 2011

Ao longo destes sete anos transportaram-se cerca de 800 mil contentores de vinte pés; apenas em 2017 foram feitas 3.673 viagens, mais do que no conjunto dos seis anos anteriores, registo que espelha, na perfeição, a evolução deste tipo de tráfego no contexto comercial China-Europa. Este ano, espera-se que esse número atinja as 4 mil viagens, segundo projecções da imprensa chinesa.

China incorporou 23 novas cidades no seu portefólio ferroviário

Esta subida progressiva é explicada pelo aumento das rotas mas também pela maior cadência das viagens – recorde-se que a China dispõe, actualmente, de uma rede intrincada e abrangente, totalizando 61 rotas, que têm origem em 39 cidades diferentes do país, com origem a 42 cidades europeias, distribuídas por 13 países. Só em 2017, o país incorporou 23 novas cidades e cinco novos países ao seu portefólio ferroviário.

Esta intensificação, que em 2017 subiu para um novo patamar, explica-se através da implementação gradual da mega-iniciativa One Belt One Road e da sua Nova Rota da Seda. Um dos pilares infra-estruturais do projecto é precisamente o estabelecimento de uma malha ferroviária intercontinental, juntamente novos portos, aeroportos, centrais eléctricas e zonas de comércio livre.

A ligação ferroviária mais extensa liga Yiwu, um hub comercial na costa leste da China, até à capital espanhola de Madrid, cruzando o Cazaquistão, Rússia, Bielorrússia e Polónia, entrando na Europa através da Alemanha.

fonte