Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

SINES

Produtores de vinho mergulham garrafas na água do mar

Quatro produtores da Associação de Produtores de Vinho da Costa Alentejana decidiram mergulhar cerca de 450 garrafas no Porto de Sines. Foram eles a Companhia Agrícola da Barrosinha, A Serenada, Herdade do Portocarro e Pêgo da Moura. As garrafas foram colocadas por um barco de pesca junto a um dos molhes (da parte interior, claro) do Porto de Sines e vão aí ficar até, previsivelmente, até ao dia de São Martinho, dia 11 de Novembro.

Estão instaladas em grades metálicas que comportam 50 garrafas cada, construídas para o efeito por um serralheiro local. Não lhes falta sequer um cadeado para prevenir alguma incursão dos ‘amigos do alheio’. Que, aliás, talvez não seja fosse necessária porque estava ali perto um enorme polvo a inspeccionar toda a operação. O avistamento foi reportado pelo mergulhador que orientou a descidas das grades, assegurando que ficavam bem assentes no fundo, a cerca de 12 metros, e próximas uma das outras.

continue a ler aqui