Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Declarada a utilidade pública de terrenos para acessos ao Porto de Viana do Castelo

A Ministra do Mar declarou a utilidade pública da expropriação dos terrenos necessários à construção dos acessos rodoviários ao porto de mar de Viana do Castelo, determina um despacho publicado sexta-feira em Diário da República.

Em causa está uma rodovia com 8,8 quilómetros, que ligará o porto comercial ao nó da autoestrada 28 (A28) em São Romão de Neiva, permitindo retirar o tráfego de pesados do interior de vias urbanas, com base num projeto concluído em 2008.

No despacho, a ministra Ana Paula Vitorino, declara "o caráter de urgência da expropriação em causa, atendendo ao interesse público da obra", e atribui "posse administrativa imediata dos bens".

"É uma acessibilidade determinante para a competitividade e operacionalidade do porto de Viana do Castelo com um perfil de exportação crescente, possibilitando o reforço das condições de atratividade empresarial da região", lê-se no despacho hoje publicado.

No despacho, com data de 03 de abril, o Ministério do Mar atribui "os encargos com as expropriações à Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL)".

"O novo acesso rodoviário contribuirá, também, para incrementar a segurança e reduzir o tempo de percurso dos veículos pesados e os custos inerentes ao transporte de mercadorias, com evidentes benefícios ambientais, sociais e económicos".

Com este investimento, acrescenta o documento, "os veículos pesados que frequentam o porto reduzem o trajeto percorrido em cerca de 14 % por cada quilómetro efetuado, refletindo-se esta redução nos custos para os transportadores rodoviários, provocando menos acidentes e menos emissões poluentes".

O projeto, reclamado "há mais de uma década", integra a estratégia para o aumento da competitividade portuária. O investimento ronda os 9,5 milhões de euros, suportados pela APDL e pela Câmara de Viana do Castelo.

Em março, durante uma deslocação a Viana do Castelo e questionada pelos jornalistas, a ministra do Mar anunciou o lançamento do concurso público para a construção dos acessos rodoviários ao porto de mar de Viana do Castelo até junho e o início da obra em 2019.

LUSA