Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Andreia Ventura é a nova Presidente dos Operadores do Porto de Lisboa

Andreia Ventura foi eleita Presidente da AOPL – Associação de Operadores do Porto de Lisboa, em representação do Grupo TMB – Terminal Multiusos do Beato.

Esta é a primeira vez, desde há mais de dez anos, que a AOPL passa a agregar todos os operadores do porto de Lisboa, o Grupo ETE, o Grupo Yilport e o Grupo TMB, “um momento que marcou a recente eleição dos corpos sociais, da nova direção e que elegeu Andreia Ventura como Presidente”.

Segundo Andreia Ventura, “para a AOPL, os interesses dos operadores portuários que representa devem ser defendidos levando em conta a relevância económica e social do porto de Lisboa, pois a sua influência e impactos económicos diretos e indiretos têm um alcance não apenas local, mas também regional e nacional”.

“No âmbito das parcerias e entendimentos, a AOPL quer fomentar o diálogo com todos os ‘stakeholders’ do porto de Lisboa, desde o Governo, através do Ministério do Mar, e a APL [Administração do Porto de Lisboa], a todas as entidades com interesses nessa zona, nomeadamente todos os municípios da área de jurisdição do Porto de Lisboa, como a Câmara Municipal de Lisboa”, acrescenta a nova presidente da AOPL.

De acordo com um comunicado da AOPL, entre as prioridades da nova direção que motivaram o alinhamento dos diversos operadores, destacam-se eixos, como apostar no desenvolvimento do porto de Lisboa e potenciar o valor económico da sua localização geoestratégica para a cidade, para a região e para Portugal e assegurar a competitividade e a concorrência do porto de Lisboa, nomeadamente através da renegociação dos prazos das concessões de serviço público de movimentação de cargas.

Reforçar a ligação entre o porto e a cidade e fomentar a construção de parcerias e entendimentos entre os diversos ‘stakeholders’ do Porto de Lisboa, são outras metas do mandato agora iniciado por Andreia Ventura.

Andreia Ventura detém um vasto currículo de gestora pública ligada às atividades portuárias, tendo sido vogal da administração da APL e, mais recentemente, do Arsenal do Alfeite, entre outros cargos.

De acordo com o estudo realizado pela sociedade de consultores Augusto Mateus & Associados para a APL em 2016, o impacto económico direto do porto de Lisboa traduz-se em 1,5 mil milhões de euros de Valor Bruto de Produção, 350 milhões de euros de Valor Acrescentado Bruto (VAB), 6.631 postos de trabalho e 205 milhões de euros em remunerações.

Segundo o mesmo estudo, com valores reportados a 2014, se contarmos com os efeitos económicos diretos, indiretos e induzidos, o porto de Lisboa assegura 58 mil milhões de euros de Valor Bruto de Produção, 23 mil milhões de euros em VAB, 722 mil postos de trabalho e 11 mil milhões de euros em remunerações, 15% da riqueza gerada a nível nacional e 16% do volume de emprego em Portugal.

fonte