Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

DGRM adopta novo Regulamento Geral de Protecção de Dados

A DGRM – Direção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos tem em curso um projeto interno de adaptação ao novo RGPD – Regulamento Geral de Proteção de Dados, cujo objetivo é adaptar a organização aos novos requisitos aplicáveis à recolha, tratamento e armazenamento dos dados pessoais de pessoas singulares.

O RGPD apresenta um novo regime jurídico mais claro para as organizações e pessoas singulares, adaptado à nova era digital. Este regulamento serve para garantir o direito de proteção de dados pessoais na crescente e incontornável tendência de os cidadãos serem cada vez mais consumidores de produtos e serviços digitais, cujos dados pessoais são frequentemente utilizados para diferentes fins.

Na DGRM esta matéria assume particular importância face à implementação de vários projetos de informatização, onde o SNEM – Sistema Nacional de Embarcações e Marítimos e o BMar – Balcão Eletrónico do Mar, assumem um papel de destaque.

Inventariação de todos os dados pessoais e processos de tratamento desses dados, existência da figura de oficial de proteção de dados, manutenção de registos de todas as ações sobre os dados pessoais, adoção de orientações e procedimentos para o processamento adequado dos dados, mecanismos de notificação das violações de dados pessoais às autoridades, são alguns exemplos de cumprimento obrigatório que o novo RGPD impõe.

O novo RGPD entra em vigor a 25 de maio de 2018.