Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Indústrial Naval em Setúbal debatida na MAR7

“A Indústria Naval em Setúbal - Projectos Diferenciadores da Cadeia de Valor”, foi o tema em debate em Setúbal, Quinta-feira passada, numa iniciativa da MAR7, Associação para o Desenvolvimento da Economia do Mar no Distrito de Setúbal.

Como salientou Paulo Ribeiro, Presidente da Direcção da MAR7, a razão de ser do debate, inserido numa série de iniciativas promovidas pela Associação, respeita, antes de mais, à importância de se conhecer, divulgar e reflectir sobre o que de bom se faz no Distrito em termos de Economia do Mar, congregando algumas das principais empresas da região para o efeito, entre as quais estiveram presentes no debate nomes como a Lisnave, Hempel, Neptune e KDS Offshore.

Peter Luijckx, Administrador da Lisnave, falou na gestão flexível inerente modelo bem sucedido dos serviços de reparação e manutenção naval da empresa, na aposta em recursos humanos qualificados, formados na própria empresa, e no interesse para atrair novos e jovens quadros, não deixando de sublinhar a Lisnave precisar de muitos jovens técnicos especializados para os próximos anos, aos quais oferece, inclusive, anualmente, formação a vários candidatos

Pedro da Maia, representando a Hempel, uma empresa localizada na região e que exporta tintas de para a área marítima para mais de trinta países, centrou a sua apresentação em particular sobre o produto SilicOne destinado a embarcações da Náutica de Recreio, Marítimo-Turística e Pesca Desportiva, que se caracteriza pela ausência de depósito e fácil libertação de incrustações devido à baixa tensão superficial do revestimento em contacto com a água, proporcionando, em simultâneo, significativ poupança de combustível e redução de emissões.

Jorge Martins, da Neptune, apresentou, por seu turno, o seu projecto de reparação e renovação de embarcações náuticas, que surgiu da identificação de uma oportunidade de mercado em Portugal e da convicção que tem sobre a apetência de Setúbal para esta actividade e para a localização de empresas ligadas ao fornecimento de produtos e serviços para a náutica de recreio, retomando competências básicas, como por exemplo carpintaria, pintura, estofador, etc, que se foram perdendo ao longo dos anos, ajustando-as às novas tendências tecnológicas.

Finalmente, Sérgio Ribeiro e Silva, da KDS Offshore, apresentou a vocação da empresa para projectar embarcações novas, com uma tipologia catamaran, em poliéster reforçado com fibra de vidro (PRFV), especificamente concebidas para a actividade marítimo-turística, que configuram vantagens na navegação e melhores padrões de conforto e de segurança, sendo excelente disso mesmo o projecto de recuperação da embarcação «Maravilha do Sado» em que participou.

A Câmara Municipal de Setúbal fez-se representar pelo Vereador Carlos Rabaçal que não deixou de destacar e sublinhar estar o Município de Setúbal virado intrinsecamente para o mar, sendo assim de enaltecer todas as iniciativas que possam valorizar ainda mais essa sua importante vertente.

fonte