Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Comandante Velho Gouveia é o novo director do Instituto de Socorros a Náufragos

Tomou posse como novo director do Instituto de Socorros a Náufragos (ISN) o Comandante Velho Gouveia, que sucede assim ao Comandante Sousa Costa no cargo.

A cerimónia de tomada de posse realizou-se nas instalações do ISN, em Oeiras, e foi presidida pelo Diretor-geral da Autoridade Marítima e Comandante-geral da Polícia Marítima, vice-almirante Luís Sousa Pereira.

No seu discurso de tomada de posse, o novo diretor do ISN agradeceu ao Diretor-geral da Autoridade Marítima e Comandante-geral da Polícia Marítima a confiança em si depositada para assumir este "importante cargo", e relevou o trabalho realizado e os conselhos transmitidos pelo seu antecessor, Comandante Sousa Costa.

Durante o seu discurso apresentou também alguns projetos que pretende realizar enquanto diretor do ISN, dos quais se destaca:

- a "revisão do quadro legal em vigor em matéria de assistência a banhistas, nomeadamente no que respeita ao regime de contratação e sustentação do modelo de recrutamento dos nadadores salvadores";

- "continuar o programa de recrutamento de novos elementos para as Estações Salva-vidas";

- a "revisão do dispositivo de Estações Salva-vidas com base em trabalhos científicos que tenham em conta os diferentes tráfegos nos espaços marítimos de soberania ou jurisdição nacional, os acidentes ali ocorridos, a distribuição geográfica atual das Estações Salva-Vidas e a capacidade operacional dos meios existentes";

- "dar continuidade ao plano de reapetrechamento do ISN no que respeita a meios náuticos com mais embarcações, motas de água e motos 4X4 que serão distribuídas pelas Estações Salva-vidas com maior necessidade a este nível";

- "retomar as ações de sensibilização relacionadas com a segurança no setor da pesca prosseguindo o trabalho já realizado através do Programa "Mar Seguro".