Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Navios autónomos navegarão o Báltico em 2030, prevê Comissão Europeia

De acordo com um estudo levado a cabo pela Comissão Europeia, existirão já em 2030 navios autónomos a navegar os mares do Báltico, mas o paradigma será mesmo a coexistência de navios a operar de forma convencional e embarcações munidas, parcialmente, de sistemas autónomos.

Por entre esta diversidade, de uma coisa tem a Comissão Europeia a certeza: o futuro próximo será pautado por uma maior interacção entre os navios, um maior grau de transparência funcional e o surgimento de novas soluções para cargas multimodais.

Navios autónomos fomentarão maior partilha de dados

Para a Comissão Europeia, os progressos tecnológico e informático que têm vindo a desenvolver o conceito de navios autónomos vão também contribuindo para a persecucção de uma comunicação naval (que se estende à esfera logística) mais eficiente, transparente e partilhada. Esta potencialidade poderá originar, como infere o estudo, novas soluções transporte (automatizadas) e de complementaridade ao longo da cadeia de abastecimento; o fenómeno do e-navigation (digitalização do transporte marítimo) revolucionará, num espaço de 10 anos, toda a indústria, aponta o relatório.

Automatização será novo paradigma na indústria

Ressalva ainda o estudo que a região do Mar Báltico será bastante atractiva para os estaleiros navais, já que os processos estarão, em 2030, plenamente automatizados e de acordo com as directrizes mais recentes das tecnologias da informação. Também as aplicações de robótica contribuirão para a maximização dos resultados, possibilitando uma maior produtividade aos trabalhadores envolvidos. No entanto, o estudo alerta para a atempada resolução de questões relativas à implementação, regulação e impacto das transformações tecnológicas no sector.

Com essas preocupações em mente, o estudo patrocinado pela Comissão Europeia recomenda uma célere actualização da formação profissional, para que tanto marinheiros como funcionários de estaleiros navais possam adaptar-se a uma nova indústria cujo paradigma funcional será o da automatização de processos.

fonte