Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Granéis Líquidos impulsionam crescimento da carga movimentada nos portos até Abril

O crescimento de 13% no que toca à carga movimentada nos portos do continente entre Janeiro e Abril de 2015 face ao mesmo período de 2014 não pode deixar de estar intrinsecamente ligado à subida significativa do volume de Granéis Líquidos - foram movimentadas 10.681.798 toneladas no primeiro quadrimestre de 2015, 37% do total de carga movimentada.

Dentro da categoria dos Granéis Líquidos, o Petróleo Bruto teve variação positiva de 42,1% e os rodutos Petrolíferos variação positiva de 24,9%. O Porto de Sines foi o principal actor deste aumento, atingindo os sete milhões de toneladas agilizados.

Ainda assim, a boa performance dos Granéis Líquidos entre Janeiro e Abril de 2015 nos portos do continente é mais realçada devido a um menor fulgor do Porto de Sines no primeiro quadrimestre de 2014 - devido a intervenções no terminal de Granéis Líquidos do porto, entre Janeiro e Fevereiro de 2014, os números desse quadrimestre foram menos significativos, facto que empola o bom resultado do período homólogo de 2015.

fonte