Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Regulador quer mais concorrência nos portos

Regulador apresenta até final do primeiro semestre recomendações para promover concorrência no sector portuário.

A Autoridade da Concorrência está a "finalizar" um estudo sobre o setor portuário e promete para o final do primeiro semestre deste ano a apresentação de recomendações para a promoção da concorrência no sector.

O anúncio foi feito pelo presidente da AdC, António Ferreira Gomes, quando falava aos deputados da Comissão de Orçamento e Finanças, no âmbito das audições anuais aos reguladores.

"Estamos a finalizar o estudo do sector portuário, estamos a analisar as eventuais restrições à concorrência e vamos apresentar algumas recomendações de promoção da concorrência nesta sector", diz António Ferreira Gomes.

Na mesa do regulador está ainda um estudo às condições contratuais no sector dos bens de consumo: "Estamos a avaliar em particular se existirão nestas relações alguns indícios de eventuais incompatibilidades desses contratos e as regras da concorrência", diz o presidente da AdC.

fonte