Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

GRUPO DE TRABALHO «TRANSPORTES E LOGÍSTICA» DA MACRO REGIÃO RESOE

Primeira reunião em Valladolid

No dia 24 de outubro decorreu a 1ª reunião do grupo de trabalho “Transportes e Logística” da macro região RESOE, na qual estiveram presentes representantes da Junta de Castela e Leão, da Associação Cylog, dos municípios da Galiza, Astúrias e Cantábria e da APA, S.A..

Este grupo de trabalho constitui o veículo para a execução dos objetivos definidos no Protocolo assinado em Aveiro, no dia 18 de julho, no âmbito da criação de um grupo de interesse no âmbito do Corredor Atlântico, tendo como principal missão “falar” a uma só voz junto da Comissão Europeia sobre o desenvolvimento daquele setor nas regiões envolvidas.

Para além de promover uma maior visibilidade das regiões junto da CE, a sua constituição é um importante mecanismo para facilitar a coordenação e articulação dos projetos promovidos pelas regiões, condição essencial para o seu cofinanciamento comunitário à luz do novo regulamento da RTE-T.