Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Porto de Setúbal e TROIARESORT com protocolo para a conservação das Ruínas Romanas de Troia

A APSS – Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, SA e o TROIARESORT – Investimentos Turísticos, SA assinaram, esta terça-feira, um Protocolo de Cooperação para promover a conservação e manutenção das estruturas edificadas nas Ruínas Romanas de Troia, com o objetivo de garantir a sua integridade e possibilidade de fruição às gerações futuras.

As Ruínas Romanas de Troia estão classificadas como Monumento Nacional, desde 1910, tendo um acentuado carácter de interesse público e portuário, fazendo parte da história do porto, ligada às vertentes da pesca, indústria e transporta marítimo de mercadorias. Este sítio arqueológico, que data do século I d. C, é reconhecido como o maior centro de produção de salgas de peixe do mundo romano, de onde saíam, através do Porto de Setúbal, ânforas carregadas deste apreciado produto para todo o império romano.

No âmbito do acordo, decorrem trabalhos de restauro das pinturas das paredes da Basílica Paleocristã de Troia, cujas paredes estão pintadas com motivos geométricos e vegetais e imitação de mármore, de que se destaca o famoso cântaro pintado num pilar. É uma igreja construída em finais do século IV ou início do século V e que antecedeu a Igreja de Nossa Senhora de Troia, localizada ao lado, onde se comemora anualmente no verão a grande festa dos pescadores de Setúbal e das suas famílias.