Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Porto de Sines visitado por participantes no Economic Business Forum

O Porto e Sines foi visitado por uma comitiva de participantes no 2nd Economic Business Forum da Western Mediterranean Cooperation, a qual surgiu em seguimento à intervenção do Presidente da APS, João Franco, no evento. João Franco apresentou o Porto de Sines, enquadrando-o nas principais tendências do shipping internacional, tendo em conta as suas potencialidades e vantagens competitivas.

A comitiva que se deslocou a Sines mostrou-se particularmente interessada na capacidade de expansão do porto, principalmente no que diz respeito ao desenvolvimento da carga contentorizada, bem como na vertente energética de Sines, com especial destaque para o papel do porto como grande fornecedor de GNL ao país.

A Western Mediterranean Cooperation foi criada em França, em 1983, tendo como principal objectivo reforçar o diálogo e a cooperação em diversas áreas de interesse comum, entre os países do Mediterrâneo Oeste, bem como promover o desenvolvimento económico da região do Magreb.