Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

SETA_2013

Porto de Setúbal realiza exercício de protecção portuária

As Autoridades Portuária e Marítima do Porto de Setúbal desenvolveram o exercício de proteção do Porto de Setúbal “SETA_2013”, envolvendo todos os terminais comerciais do porto, diversos navios atracados e um ferry. O exercício procurou aferir a articulação das diversas Autoridades, dos terminais portuários e dos prestadores de serviços, tendo sido acionada a implementação de procedimentos de contenção e comunicação ao Centro Coordenador de Operações de Proteção do Porto (CCOPP).

Foram simulados cenários, em terra e no plano de água, que suscitaram a intervenção especializada do Grupo de Mergulho Forense GMF e da lancha da Polícia Marítima.

A resposta operacional em terra ficou a cabo da Equipa de Inativação de Engenhos Explosivos (EIEEX) da GNR, do Grupo Cinotécnico (GOC), dos elementos do Centro de Inativação de Explosivos (CIEXSS) da Unidade Especial de Polícia (UEP), da Polícia Marítima e dos elementos adstritos à proteção dos diversos Terminais Portuários. Foi ainda assegurado o interface com o grupo de gestão de emergência que assegurou a ativação do Plano de Emergência e Plano Mar Limpo.

Salienta-se a participação da GNR, Polícia Judiciária, PSP, Polícia Marítima, SEF, APSS, Autoridade Competente para Proteção do transporte Marítimo e dos Portos (ACPTMP) e Normaportus, que atuaram de forma concertada, complementar e articulada numa resposta bastante eficaz. No final do exercício promoveu-se um debriefing onde foram identificados os pontos mais relevantes e as aprendizagens.