Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Porto de Sines recebe encontro do Trade Facilitation & Port Community System Committee da IAPH

O Porto de Sines acolheu esta semana o encontro anual do Trade Facilitation & Port Community System Committee da IAPH - International Association of Ports and Harbors. A APS é membro desta associação internacional e participante permanente no referido comité, cujo principal objetivo é o aumento das relações e o diálogo entre os portos associados, promovendo o estudo de soluções de simplificação e agilização de processos em suporte eletrónico, nomeadamente através da utilização de PCS's - Port Community Systems, que na realidade portuária portuguesa são instanciados pela Janelas Únicas Portuárias.

O Trade Facilitation & Port Community System Committee tem também como objetivo fazer a ponte entre os portos associados e outros organismos internacionais que contribuem para a facilitações do transporte marítimo e das relações comerciais, tais como a IMO, UN/CEFACT, EU, WCO, entre outros, na tentativa de prover soluções globais para questões que envolvam os portos associados de todo o mundo.

No encontro em Sines estiveram presentes elementos de França, Reino Unido, Alemanha, Espanha, Letónia e Tanzânia, que debateram os problemas e desafios que atualmente se apresentam aos portos, nomeadamente em termos de novos formulários em suporte eletrónico, controlo da informação na intermodalidade e nas ligações ao hinterland e as novas iniciativas que os organismos internacionais estão a promover.

O papel dos PCS's como elementos chave para a implementação da diretiva EU 65/2010 foi também discutido, uma vez que a informação prevista nesta diretiva já é recebida e tratada em muitos portos, sendo a implementação dos novos formulários uma tarefa facilitada nestes casos. Os países que já têm PCS's em funcionamento estão numa posição privilegiada para a implementação desta diretiva, uma vez que funcionam naturalmente como gateways das national single windows, aplicando-se não só aos próprios portos europeus mas também aos restantes que estão na origem ou destinos das rotas marítimas que tocam a UE.