Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

HOJE

Tudo a postos para endireitar o Costa Concordia

Uma gigantesca operação que levou meses a montar vai culminar esta segunda-feira na colocação na vertical do gigantesco navio que naufragou em Itália em 2012.

A pequena ilha toscana de Giglio prepara-se para a épica operação de endireitamento do navio de cruzeiros Costa Concordia, que ali está encalhado há mais de um ano e meio, como se já fizesse parte da paisagem, depois do seu naufrágio a 13 de Janeiro de 2012, que provocou 32 mortos.

A luz verde oficial para a operação que decorre esta segunda-feira só está dependente das condições meteorológicas, porque de resto já está tudo a postos. A protecção civil italiana anunciou na tarde deste domingo que o estado da meteorologia e do mar são "compatíveis", o que permite que por volta das seis horas da manhã (7h00 em Portugal continental) arranquem os trabalhos.

“Endireitar o Concordia representa o menor risco”, garantiu o chefe da protecção civil Franco Gabrielli, igualmente comissário especial do Governo para a gestão do caso Concordia. A operação avança neste fim de Verão porque os técnicos consideraram que o navio dificilmente resistiria inteiro a um terceiro Inverno, deitado contra as rochas da ilha de Giglio.

“A nossa principal preocupação relaciona-se com eventuais problemas de natureza ambiental”, disse Gabrielli, citado pela AFP. À volta do navio foram colocadas barreiras marinas flutuantes antipoluição e está também previsto um dispositivo para bombear líquidos tóxicos que possam sair do navio durante a operação.

Pelo menos uma centena de pessoas vão participar nesta operação, uma estreia mundial para um navio deste tamanho, sob a direcção do perito sul-africano em resgates de navios, Nick Sloane. Os trabalhos, cuidadosamente orquestrados, devem começar de madrugada e irão continuar ao longo de todo o dia.

O navio, que está completamente deitado sobre o flanco direito, foi estabilizado graças a centenas de sacos de cimento colocados por mergulhadores no fundo do mar, e por uma plataforma do tamanho de um campo de futebol que foi fixada e se encontra debaixo de água, e na qual vão repousar os blocos colocados no flanco esquerdo do navio assim que este estiver na vertical.

O barco será levantado com a ajuda de enormes cabos até ao momento que em que será a força da gravidade a fazer o seu trabalho. Quando o Concordia estiver direito serão imediatamente colocados contrapesos flutuantes no seu flanco direito, para equilibrar o barco de modo a que este não se deite para o outro lado.

fonte

















Artigos relacionados:

  • Procuradores querem julgar Schettino
  • Um Carnival que correu muito mal
  • Caixa negra do Costa Concordia estava avariada
  • Encontrados mais cinco corpos no Costa Concordia
  • Costa Cruzeiros navega em plena tempestade financeira
  • Guarda costeira italiana pediu ajuda a Portugal
  • Capitanes valientes, o no
  • A rota seguida pelo COSTA CONCORDIA
  • Imagens mostram buscas no fundo do mar, onde navio naufragou
  • Veja a Ilha de Giglio em directo
  • Especialistas avaliam se Costa Concordia deve ser consertado ou desmontado
  • Quem comanda o navio?
  • Dominika, a bailarina que defende o comandante
  • Marido salvou Nicole Servel antes de desaparecer
  • Detido comandante do navio que naufragou
  • Onze portugueses estavam a bordo do navio que encalhou
  • Passageiros portugueses criticam comandante
  • Costa Concordia embateu no cais do Porto de Palermo