Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Porto de Setúbal continua a ser aposta da exportação de veículos da Autoeuropa

O Porto de Setúbal continua a ser a plataforma preferencial para a exportação das viaturas produzidas pela Autoeuropa. O Terminal Roll-on Roll-off do Porto de Setúbal é a infraestrutura especializada dedicada a este segmento, única no universo do sistema portuário nacional, que em conjunto com o Terminal Multiusos Zona 1, permitem ao Porto de Setúbal uma quota de mercado de 95% do total dos veículos movimentados no país por via marítima.

O Terminal Roll-on Roll-off do Porto de Setúbal tem capacidade para receber os maiores navios roll-on roll-off do mundo, tendo inclusive já recebido em operação os dois maiores da atualidade, os “gémeos” OBERON e TIRRANNA, ambos com 232 metros de comprimento, mais de 71 600 GT (Gross Tonnage), 13 decks de carga e capacidade para transportar 8 mil veículos.

Este terminal possui 365 metros de cais acostável, a que acrescem duques d’alba a nascente e a poente, podendo receber em simultâneo 3 navios, tem fundos operacionais de 10 metros, suficientes para receber os maiores navios roll-on roll-off do mundo. Possui um terrapleno de 15 hectares e ferrovia no interior do terminal, no caso da Autoeuropa, entram e saem diversos comboios de automóveis diariamente.
Para além de ambos os terminais estarem ligados à rede nacional ferroviária e possuírem acessos rodoviários sem constrangimentos, exteriores ao perímetro da cidade de Setúbal, ao norte e sul de Portugal e a Espanha, estão articulados com a Plataforma Logístico-Portuária de Setúbal (PL7), que inclui a própria infraestrutura portuária e as plataformas logísticas e industriais Sapec Bay e Blue Biz Global Parques, bem como outras plataformas logísticas privadas próximas.

Atualmente, o Terminal Roll-on Roll-off está a desenvolver um Hub de veículos entre a América, Ásia e Europa, com o apoio da Volkswagen e está a melhorar os seus serviços com a futura instalação de oferta de PDI (Pre Delivery Inspection) para acréscimo de valor aos veículos.
O Porto de Setúbal é escalado semanalmente por quatro linhas regulares roll-on roll-off, duas da Grimaldi que ligam à Europa e Mediterrâneo, uma da VW Transport que liga à Europa Atlântica, uma da Flota Suardiaz, que liga à Europa Atlântica e, quinzenalmente, uma da NYK Lines, que liga Norte da Europa, Mediterrâneo, Mar Vermelho e China.

Em 2012, os veículos foram exportados principalmente para a Alemanha, 62 mil, China 20 mil, Reino Unido, 10 mil, e Itália 2,5 mil, já nos veículos importados, os principais países de origem foram a Alemanha, 13 mil, a Bélgica, 12 mil, Itália, 6 mil e Reino Unido, 4 mil.
O Terminal Autoeuropa, integrado no Terminal Roll-on Roll-off, já é o 2º maior porto gerido diretamente pela da Volkswagen na Europa, logo a seguir a Emden, porto com o qual o Porto de Setúbal tem um Protocolo, desde setembro de 2010, que facilita a cooperação entre os dois portos nos domínios comercial, da formação, do intercâmbio de know-how técnico-portuário e científico, numa parceria que nasceu da forte presença da marca VW nos dois portos cooperantes.