Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

ASSUNÇÃO CRISTAS:

Economia do mar já emprega mais de 100 mil pessoas

A economia do mar já dá trabalho a mais de 100 mil pessoas, o que corresponde a 2,3% da população ativa em Portugal. A riqueza produzida anualmente neste sector ultrapassa os 8000 milhões de euros, ou seja, 2,4% do Produto Interno Bruto (PIB).

Os dados foram divulgados por Assunção Cristas, ministra da Agricultura e do Mar, ao apresentar a Estratégia Nacional para o Mar, para o horizonte temporal de 2013-2014, que vai ser submetida à discussão pública.

O documento prevê ainda "uma contribuição directa do sector do mar em 50% para o crescimento da economia nacional, até 2020, o que corresponderá a valores entre 3 a 4% do Produto Interno Bruto português".

"Pela primeira vez em muitos anos, o Governo assumiu o mar como uma prioridade nacional. A Estratégia Nacional para o Mar resulta de um estudo profundo das potencialidades do mar de Portugal e responde à expectativa criada junto dos cidadãos", afirmou ainda Assunção Cristas.

A gestão das oportunidades do mar é "uma actividade transversal aos vários ministérios económicos do Governo e depende, em última análise, da mobilização das empresas", pois quando se fala de pesquisa de gás e hidrocarbonetos, da energia eólica off shore ou da energia das ondas, da exploração de minérios no fundo do mar, da pesca e aquicultura, do transporte marítimo ou do turismo de costa e de cruzeiros, está a falar-se de actividades económica integradas na Estratégia Nacional para o Mar", frisou ainda a mesma responsável.

Como prioridades estratégicas da política do mar da União Europeia para 2013-2014 são contemplados cinco eixos fundamentais: energia azul, aquicultura, turismo marítimo, costeiro e de cruzeiros, recursos minerais marinhos e biotecnologia azul.

fonte