Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

APDL debateu potencial de crescimento das ligações com o Báltico

A Administração dos Portos do Douro e Leixões (APDL) promoveu uma conferência internacional subordinada ao tema "Báltico: Oportunidades e Desafios de um Mercado Dinâmico", a 21 e 22 de fevereiro.

Na cerimónia de abertura, o presidente da APDL, Brogueira Dias, justificou a iniciativa com a intenção de "estreitar as relações entre Portugal e os países da região do Báltico, cuja ligação é secular".

"O porto de Leixões tem ligações com todos os pasíes da bacia do Báltico, com mais de 320 mil toneladas movimentadas no último ano", referiu, acrescentando que as principais mercadorias movimentadas entre Leixões e os portos da região estão "ligadas ao setor dos granitos, das eólicas, ferro e aço, papel e cartão, cereais, produtos alimentares e bebidas, têxteis, sucata, cortiças, entre outros".
Apesar de recordar que "entre 2007 e 2012 aumentou a exportação de Portugal para estes países em 32%", Brogueira Dias considera que "há condições para que esta quota aumente significativamente".

Aproveitando a presença de muitos responsáveis do setor marítimo-portuário poucas vezes presentes nestes eventos em Portugal, o líder da APDL 'puxou a brasa à sua sardinha', destacando as valências do porto de Leixões, ligado "a quase todo o mundo, num total de 180 países".

Recordando que, em 2012, Leixões "bateu todos os recordes, com 16,6 milhões de toneladas, mais de 3 mil navios e 633 mil TEU", Brogueira Dias destacou o facto do porto leixonense ter terminado o ano "no primeiro lugar na movimentação de contentores nos portos nacionais". Admitindo a importância das greves noutros portos nacionais para os resultados obtidos, salientou que o recorde de 2011 seria batido de qualquer forma e que os excelentes números no último ano constituirão um grande desafio para 2013.

A terminar, o presidente da APDL debruçou-se sobre o segmento dos contentores, cujo crescimento da movimentação e do tamanho dos navios está a exercer "pressão" sobre as infra-estruturas existentes. Neste sentido, lembrou o projeto de construção do novo terminal de contentores, que espera "ver consolidado dentro de um ou dois anos".

fonte